RSS

Holocausto – Inquisição – Milhões de mortos – Idas e vindas das memórias de um povo – ספרדים

27 abr
Grupo de Judeus Sefarditas (Sefaraditas) do Iemen. Imagens meramente Ilustrativas. Fonte - Flickr

Grupo de Judeus Sefarditas (Sefaraditas) do Iemen. Imagens meramente Ilustrativas. Fonte – Flickr

Lembra-se muito do holocausto mais recente que nosso povo sofreu, mas muitos não fazem a menor questão de lembrar as famílias mortas na inquisição, mulheres estupradas e crianças sendo roubadas de seus pais. Fora as proibições e torturas, os roubos e a violência que otho Ysh fez nosso povo sofrer, e muitos sofrem nos dias atuais por falta de comida, pão, estudo, falta de um teto, água e saneamento, herança dos castigos da inquisição. Não lembrar da inquisição, em uma época como essa, é não se lembrar das dores, das vitórias, e acima de tudo, é esbofetear o rosto de ya’akov, não lembrando de seus filhos perdidos. Honramos Lia, e isso não é errado, mas ya’akov deixa de ser honrado quando nos esquecemos que os bnei ysrael voltarão. Essa é a promessa que nos enche de força e Alegria.

Até quando vamos sofrer com o esquecimento e as dores de uma história que não quer ser enterrada, mas também é empurrada para o fundo das covas de mortos em suas lembranças? Zog marano! As lágrimas nas noites escuras, a dor de país que abandonam suas crenças, seus ideais, seus bens para guardar a vida de seus filhos e esposa. Mulheres estupradas, crianças mortas e separadas de seus pais, tudo em nome de um Dyeus. Câmaras de torturas intermináveis para extrair uma convicção, ou rejeição de suas crenças e povo, não, eles não queriam a morte e a “limpeza” étnica, eles queriam o sofrimento e uma suposta vingança. Eles queriam tirar o dinheiro, os bens, o conhecimento. Eles queriam que eles se convertessem e aceitassem sua verdade.

É fato comprovado que foram 9 Milhões de mortos na inquisição, contra 6 milhos de mortos no Holocausto. Porque lembrar do holocausto de 6 milhões e não lembrar da inquisição de 9 milhões? Por que não tentar ouvir os clamores de pais que ouviam seus filhos sendo levados de seus braços e de suas esposas sofrendo tortura.

6.000.000, 9.000.000 de mortos! seis milhões de mortos, nove milhões de mortos! Morte é sempre morte, sacrifício de vidas, devem ser lembrados de mesma maneira e honra, ou então, será apenas uma “limpeza” Étnica sobre outra!

Que não haja Holocausto das nossas memórias.

Devemos lembrar, para não mais acontecer!

Fonte: http://www.bneianussim.wordpress.com

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em abril 27, 2009 em Sem Categoria

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

2 Respostas para “Holocausto – Inquisição – Milhões de mortos – Idas e vindas das memórias de um povo – ספרדים

  1. Maxwell Alves Gusmão

    janeiro 18, 2012 at 9:45 pm

    Parabéns pelo honrado trabalho. Que os anous ouçam a voz de HaShem e se reintegrem.

     
  2. Cássia Mendicino

    abril 13, 2012 at 11:09 am

    Sua opnião de não ser dado tanta atenção a outros holocaustos como foi dado ao Holocausto dos judeus é a minha também! A resposta que tenho pra isto é a condição de escravos que sofremos com a mídia; o que sabemos, pensamos, nossas opiniões, o que vestimos e como nos comportamos são ditados pela mídias. Somente saímos desta condição quando começamos a ler aquilo que buscamos e não o que nos chega imposto pela mídia.
    Também escrevo um blog e tenho muito material sobre as grandes epidemias que dizimaram populações inteiras e, como sempre, não é divulgado. Acho que pode te interessar.
    Será um prazer recebê-lo

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: